Tamanho do texto

Em 1969 Woodstock reuniu mais de 500 mil pessoas em Nova Iorque

Para celebrar o aniversário do festival mais famoso que marcou o movimento hippie, o Centro de Artes Bethel Woods anunciou um "novo" Woodstock. Os shows estão previstos para acontecer em agosto, entre os dias 16 e 18.

Leia também: Madonna faz show surpresa em bar LGBT na virada do ano

Apresentação no Festival Woodstock
Divulgação
Apresentação no Festival Woodstock


festival está sendo organizado pelo centro e pela Live Nations, empresa que cuida de grandes shows e concertos. A promessa é de três dias de música, cultura e vida comunitária, segundo o Centro de Artes Bethel Woods. 

Darlene Fedun, diretora do centro, declarou que deseja preservar a história da primeira edição do Woodstock. "Há cinquenta anos, as pessoas vieram ao nosso local com a inspiração de mudar o mundo através da música e como os guardiães deste local histórico, estamos comprometidos a preservar sua rica história e seu espírito, e ensinar as novas gerações a contribuir positivamente à música, à cultura e o espírito de comunidade."

Leia também: Confira 13 sucessos musicais que completarão 20 anos em 2019

Vale lembrar o cenário no qual Woodstock foi realizado: Estados Unidos passando pela Guerra do Vietnã, a população lutando pela sua sexualidade e certas drogas conseguindo espaço na sociedade. 

Além do novo festival, o Centro de Artes também deixará uma exposição em comemoração aos 50 anos do Woodstock. Confira o comunicado oficial:



Leia também: Tributo a Aretha Franklin terá Kelly Clarkson e mais; confira

Infelizmente Jimi Hendrix e Janis Joplin já faleceram e não estarão presentes nessa edição, como estiveram no original. Mas The Who e Joan Baez já estão sendo cogitados para celebrar o "aniversário de ouro" do  festival Woodstock. Os ingressos ainda não estão sendo vendidos, mas você pode ficar por dentro das novidades clicando  aqui .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas