Tamanho do texto

O evento que é produzido por mulheres, para mulheres, juntará música, workshops, debates e mais

Este ano o Brasil recebe o Lollapalooza e o Rock in Rio: dois eventos grandes que trazem grandes nomes da música para o país. Mas para quem quer inovar, surgiu a oportunidade de um evento produzido por mulheres, para mulheres: o Festival Garotas à Frente, que acontecerá dia 20 de abril no Fabrique Club, em São Paulo.

Leia também: Charlie Brown Jr. volta para show em São Paulo no próximo dia 25

Integrante do Pussy Riot, grupo que virá ao Brasil para o Festival Garotas à Frente
Instagram
Integrante do Pussy Riot, grupo que virá ao Brasil para o Festival Garotas à Frente


E quem não conhece o Pussy Riot, terá a oportunidade de conhecer antes do festival . O grupo é na verdade um coletivo feminista russo, que usa a música para questionar a sociedade. Em 2012, as integrantes foram presas após entrarem numa igreja e cantarem "Virgem Maria, Tire o Putin do Poder". 

Sempre muito debochadas, as meninas do Pussy Riot viraram inimigas número 1 da Igreja e da Rússia, onde foram condenadas por "baderna e incitação ao ódio religioso". A performance trouxe reconhecimento mundial do coletivo, que fez uma extensa turnê pelos Estados Unidos e Reino Unido. 

Leia também: Cantor cria música "Piscininha, amor" com meme de jogador e faz sucesso

Quem não lembra da polêmica mais recente, refrescamos sua mamória: as integrantes invadiram o jogo de futebol da França contra a Croácia, na Copa do Mundo de 2018, que aconteceu na Rússia.

"Police State" - Pussy Riot


Agora, o grupo vai passar pela América Latina. Uruguai, Argentina e Chile foram os países escolhidos além do Brasil para receber as performances de  Nadya Tolokonnikova & Chaika, duas das integrantes que se apresentarão. 

Sobre o Festival Garotas à Frente

Para celebrar o lançamento do livro de mesmo nome "Garotas à Frente", que conta sobre o movimento Riot Grrrl, de Sarah Marcus, o evento já tem também confirmada a presença do grupo Sapataria. 

Para quem não conhece, o movimento Riot Grrrl é um movimento punk feminista underground, que começou em 1990 em Washington, nos Estados Unidos. Dentre as bandas mais conhecidas, estão Bikini Kill e Dominatrix. 

"Rebel Girl" - Bikini Kill


O Girls Rock Camp Brasil, acampamento musical exclusivo para meninas de 7 a 17 anos, trará workshops e exposições das participantes.

Leia também: Pabllo Vittar convida fãs para ajudar a definir roteiro de seu próximo clipe

Por enquanto as entradas do  Festival  Garotas à Frente custam R$80 (meia entrada). O segundo lote custará R$100. Para adquirir basta clicar  aqui

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.