Tamanho do texto

Com suas músicas profundas e melancólicas, a cantora capricha na estética de seus clipes e álbuns

Quando surge o nome "Lana Del Rey" logo pensamos em músicas tristes e histórias de amor. Pelo menos é esse o sentimento que a cantora passa com suas faixas. Lana na verdade se chama Elizabeth Woolridge Grant, tem 33 anos e está no mundo musical desde 2005. 

Leia também: Cantora dinamarquesa MØ lança segundo álbum, "Forever Neverland"

Sessão de fotos realizadas na casa de Lana Del Rey
Instagram
Sessão de fotos realizadas na casa de Lana Del Rey


Lana Del Rey surpreende por sua voz e sua aparência, que é muito semelhante à de Priscilla Presley, esposa do falecido Elvis Presley. O estilo visual da cantora é inspirado nas décadas de 50 e 60, e sua música traz à tona conflitos amorosos, vícios e depressão.

No começo de sua carreira, a cantora adotava o nome de "Lizzy Grant", que não chamou a atenção do público. O sucesso de Lana começou com o lançamento da canção "Video Games", em 2011.

Alguns singles da cantora também chegaram a fazer sucesso antes dos mais famosos. Um deles é "Lolita", com referências ao livro polêmico de mesmo nome de Vladmir Nabokov. 

Depois vieram seus singles mais conhecidos: "Born To Die" e "Summertime Sadness". As duas músicas falam sobre amor e como a vida pode acabar a qualquer momento. 

Leia também: Beyoncé e Jay-Z faturam 132% a mais em segunda turnê juntos

"Born to Die"



"Summertime Sadness":



Lana Del Rey já venceu 9 prêmios. São eles: um Q Awards, um Brit Awards, um Ivor Novello Awards, um MTV Europe Music Awards, um UK Music Video Awards, um Brit Awards, um ECHO Awards, um Grammy e um prêmio Billboard. 

Leia também: "...Baby One More Time", de Britney Spears, comemora 20 anos

Discografia de Lana Del Rey

Atualmente, Lana tem seis discos de estúdio. São eles:

  • Sirens (como pseudônimo de May Jailer) (2006)
  • "Lana Del Ray" (2010)
  • "Born to Die" (2012)
  • "Ultraviolence" (2014)
  • "Honeymoon" (2015)
  • "Lust For Life" (2017)

Existe um sétimo álbum programado para 2019: "Norman Fucking Rockwell", que teve seu primeiro single lançado em setembro, "Mariners Apartment Complex":



O vício de Lana Del Rey

Em 2012 Lana afirmou em uma entrevista à GQ Magazine que era alcóolatra. "Eu bebia muito quando tinha 15 anos. Gostava de beber todos os dias. Eu bebia sozinha, e achava o conceito daquilo tão legal. Uma grande parte do que escrevi em Born To Die é sobre esses anos", conta a cantora.

E quem pensa que ela perdeu alguém que amou muito em suas canções, está em parte errado. "Quando escrevo sobre uma perda que tive, eu estou falando sobre o álcool, porque esse foi o primeiro amor da minha vida. Meus pais estavam preocupados, e eu também. Eu sabia que aquilo havia virado um problema quando percebi que gostava mais de fazer aquilo do que qualquer outra coisa", finaliza. 

A artista tem a extensão vocal contralto, toca guitarra e teclado. Ultimamente Lana Del Rey tem postado várias fotos com outros artistas, entre eles Marina And The Diamonds, cantora que tinha se afastado da carreira musical por algum tempo. As fotos fizeram os fãs acreditarem que em breve elas farão uma música juntas.

Visualizar esta foto no Instagram.

Boy tears😭

Uma publicação compartilhada por Lana Del Rey (@lanadelrey) em


























Visualizar esta foto no Instagram.

DIY

Uma publicação compartilhada por Lana Del Rey (@lanadelrey) em


























Visualizar esta foto no Instagram.

Babe 💕💕💕💕💕

Uma publicação compartilhada por Lana Del Rey (@lanadelrey) em












    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.