Tamanho do texto

A música composta por Paul McCartney foi escrita para confortar filho de John Lennon após o divórcio de seus pais

Lançada em 26 de agosto de 1968, "Hey Jude" foi pensada por Paul McCartney especialmente para Julian, filho de John Lennon. A música serviria de consolo para o menino após o divórcio de seus pais. Quando Paul mostrou a música para John, o vocalista acreditou que fosse uma canção para ele e Yoko Ono, com quem estava começando um relacionamento.

Leia também: Grupo sul-coreano BTS lança novo álbum: "Love Yourself: Answer"

Reprodução
"Hey Jude", dos Beatles" completou 50 anos no último dia 26


 "Comecei a cantar: 'Hey Jules, don't make it bad. Take a sad song and make it better...' Tinha uma mensagem otimista e esperançosa para Julian: Vamos lá, rapaz, seus pais se divorciaram, eu sei que você não está feliz, mas você vai ficar bem", disse o integrante dos Beatles

Assista ao vídeo da música:


"Hey Jude" é a primeira música dos Beatles na gravadora que eles mesmos fundaram: a Apple Records. A canção também foi a primeira do grupo a ficar 9 semanas em primeiro lugar nas paradas de sucesso nos Estados Unidos. A música chegou a vender aproximadamente oito milhões de cópias, virando um hino no Reino Unido, além de encerrar a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

Leia também: Álbum de Lauryn Hill faz 20 anos; Spotify e Sony Music celebram a data

Julian, filho de John Lennon, conta o quanto a música foi importante para ele. "Ele me disse que estava pensando sobre minha situação todos esses anos, sobre o que tive que passar. Paul e eu costumávamos passar bastante tempo juntos, inclusive mais do que eu passava com meu pai. [...] Parece que há mais fotos minhas quando criança brincando com Paul do que com o meu pai."

Mesmo sendo sucesso mundial a faixa foi impedida de tocar em algumas rádios por conta de sua longa duração. Sete minutos e onze segundos eram um tempo muito longo para algumas emissoras, e, por isso, a Capitol Records editou uma versão de três minutos da música para que ela fosse reproduzida. 

Leia também: Álbum de Lauryn Hill faz 20 anos; Spotify e Sony Music celebram a data

Os Beatles foram, sem dúvidas, uma das bandas de Rock mais influentes da história. A banda ficou na ativa de 1960 até 1970, até que se separou e cada integrante seguiu seu caminho. Em 1980 uma notícia triste: John Lennon foi assassinado por um fã. Diversos países do mundo homenageiam a banda; no Brasil, por exemplo, o bloco de carnaval do "Sargento Pimenta", que relembra o vinil "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band". 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.